Digital clock

domingo, 24 de abril de 2011

O cristão e o seu perfil de adorador




Há quem pense que adorar a Deus está limitado apenas ao fato de entoarmos um belo hino. A adoração sobrepuja o campo das notas musicais, das lindas melodias e de tudo o que está relacionado a estas coisas. O verdadeiro cristão conhece e reconhece o valor e a essência da adoração esmerando-se neste santo exercício.

Jesus disse que os verdadeiros adoradores adoram o Pai em espírito, e em verdade (Jo 4.23,24); isso é uma prova de que adorar é muito mais que oferecer uma canção ao Senhor. É algo bem mais profundo, primoroso, proveitoso e excelente; e são poucos os que conhecem a sua importância. Outrossim, são muitos que julgam haver semelhança entre louvor e adoração, porém, há um grande contraste entre essas duas coisas, fazendo-nos entender a seriedade no louvor e a pureza na adoração.


O louvor a Deus é marcado por gestos de gratidão;

A adoração é marcada por gestos de devoção;

Quando louvamos a Deus, O louvamos pelo que Ele faz;

Quando adoramos a Deus, O adoramos pelo que Ele é;

O louvor se concentra nos feitos de Deus;

A adoração se concentra na pessoa de Deus;

O louvor reflete a satisfação do que o Senhor faz por nós;

A adoração reflete a satisfação do que o Senhor é para nós.


Com isso, notamos a extrema facilidade de louvarmos a Deus em vista da quase impossibilidade de O adoramos. Muitos louvam ao Senhor, mas nem todos O adoram. Devemos louvar ao Senhor pois Ele nos deu o fôlego de vida (Gn 2.7; Sl 150.6), devemos adorá-Lo porque só Ele é a Fonte de Vida. Devemos louvar ao Deus eterno porque Ele criou todas as coisas (Jo 1.3), devemos adorá-Lo porque dEle, e por Ele, e para Ele são todas as coisas (Rm 11.36).

Adorar a Deus em espírito significa preencher nossas faculdades mentais, emocionais bem como o nosso intelecto com o sublime desejo de glorificá-Lo no ato da adoração. A vida do homem interior se baseia na comunhão com o seu Criador e uma dessas vertentes é a adoração feita em espírito. Adorá-Lo em verdade é enaltecê-Lo segundo o genuíno conhecimento que temos dos Seus atributos revelados através da verdade do Evangelho. Se manifestarmos isso com singeleza de coração, certamente o Senhor Se agradará de nós.

Procura-se verdadeiros adoradores! Onde estão eles?

Nenhum comentário:

Postar um comentário