Digital clock

sexta-feira, 23 de abril de 2010

TELEVISÃO OU "TIRA VISÃO"?

Vamos falar sobre um assunto que tem gerado muita polêmica, mormente no meio evangélico: televisão. Neste tablado discursivo no que tange ao tema supracitado encontramos pessoas trazendo como evidência própria tantas opiniões, diversas e conflituosas, certo que a maioria de nossos irmãos na fé, em razão de falta de entendimento e de discernimento, não sabem separar o certo do errado, o santo do profano, o puro do impuro, ou seja, não estão colocando as coisas no lugar que deveriam estar.
As divergências de opiniões são bem notórias: uns, tomados por um excesso de radicalismo, refutam, por demais, o uso da Televisão em casa achando que ela seja "o diabo dentro do próprio lar"; outros, liberais ao extremo, pertencem àquela classe que "come tudo o que vem à mesa", isto é, tudo para eles é valido e não há nada que se considere inútil. Há, contudo, aqueles que, providos de um bom entendimento, procedem de forma moderada naquilo que vê, adotando para si o que é proveitoso, refutando, porém, as coisas reprováveis.
Não obstante essas manifestações de "crenças" (se é que assim posso definir), podemos notar os péssimos resultados provenientes do assunto em pauta. A imoralidade germinada no coração de muitos seres humanos, a rebeldia e contumácia dos filhos aos pais, influenciados por programas descabidos destituídos de toda a moral, induzindo a juventude desta era pós-moderna ao caminho da perversidade. Sem se falar da sensualidade que tem desmoronado lares, destroçado relacionamentos, enfim, causando muitas desgraças, aonde o certo virou errado e vice-versa. O que fazer? A televisão está em nossa casa e, com ela dentro de nosso próprio lar, podemos assistir ao que quisermos desde que tenhamos controle próprio acerca disto. O pecado não está nesta invenção tecnológica e sim no conteúdo que, por meio dela, são transmitidos até nós. A Bíblia diz: "Não meterás pois abominação em tua casa..." (Dt (7.26). A abominação, aqui, não consiste em ter um aparelho de TV em casa, mas, em permitir que programas ilícitos possam invadir nossos lares tirando a essência de Cristo e mutilando a família cujo fundamento está em Deus.
Esta é a grande verdade: quem não souber dominar o uso da televisão em sua casa, logo, será dominado por ela. É hora da sociedade moderna abrir os olhos quanto a estes fatores e, inclusive, a Igreja do Senhor Jesus Cristo, pois, quem muito se apega a televisão vive apenas a fantasia, deixando de viver a realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário